.

.

TEMA:

Blog dedicado aos apaixonados por cães!
Assim como eu!!!

Fã Clube do BIDU:

Nossos amigos são fofos também!!!

Nossos amigos são fofos também!!!

Scooby Doo e Mel

Photo Flipbook Slideshow Maker

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Natal do Totó!



Permita que seus sonhos de Natal se tornem reais!
Boas Festas!
Bidu, Mel e filhotes!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Cuidados especiais com os cães idosos


  Primeira questão importante é: quando um cão é considerado idoso?

  Vai depender do tamanho do cão. O médico veterinário e oncologista Bruno Baetas explica: — Os cães de raças menores tendem a envelhecer mais devagar, devido ao seu metabolismo, e podemos considerá-los na terceira idade entre 9 e 13 anos. Porém um cão de grande porte chega a terceira idade dos 6 aos 9 anos. Mas, de maneira geral, pode-se dizer que um cão começa a envelhecer aos 7 anos de idade.

  De todos os cuidados especiais que devemos ter com os animais idosos, podemos ressaltar como o principal, a alimentação. O metabolismo dos cães idosos fica mais lento e a massa muscular diminui também, assim como as necessidades energéticas. O cuidado nesta fase da vida é para evitar o ganho de peso do animal.

  Outro problema comum da velhice são as doenças degenerativas, como o câncer. É muito importante que a alimentação seja rica em antioxidantes.

  Artrite, artrose ou alguma alteração osteoarticular, mesmo que em grau leve, também acometem com frequência os idosos. Então é indicada a utilização de rações com protetores articulares como a glicosamina e a condroitina.

  As quantidades de fósforo, sódio e proteína nos cães com problemas renais devem ser diminuidas nas rações. Existem no mercado produtos específicos para cães com problemas cardíacos e renais. Peça a indicação do seu médico veterinário de confiança.

  Com o passar do tempo, a visão e a audição ficam comprometidas, como explica o veterinário Bruno: — Nesta altura, evite mudanças radicais do mobiliário, hábitos e horários. O animal adapta-se bem a mudanças graduais, mas se forem súbitas, podem causar um profundo estresse.

  As doenças degenerativas chegam junto com a idade, então, é essencial que os cães façam check-up com seu veterinário de 6 em 6 meses, pelo menos.

  — A prevenção e detecção inicial são muito importantes, uma vez que algumas dessas doenças podem não ser curadas! Deixar o cão em local com piso antiderrapante ajuda ao tratamento e prevenção dos problemas osteoarticulares. Outro problema comum nos pacientes idosos são as patologias dentárias e periodontais que podem inclusive levar a problemas cardiovasculares.

  As mudanças de temperatura também exigem atenção dos donos. — No verão, deixe mais de um pote de água disponível, deixe também o cão em local ventilado. Já no inverno, mantenha-o sempre em local seco e quente.

  Consultas de rotina são importantíssimas para o controle e detecção de doenças. O mais importante é dar uma velhice boa e digna para o nosso amigo idoso.

Ana Paula Xavier, do R7

Daqui.














segunda-feira, 19 de novembro de 2012

terça-feira, 13 de novembro de 2012

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Meus aumigos surfistas


Espero que eles estejam curtindo!!!!

Lambeijocas do...



quinta-feira, 18 de outubro de 2012

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Cães de Apartamentos


 A raça ideal para apartamento é aquela que se encaixa no perfil do dono.” A afirmação da médica veterinária Luciana Angélica Sarjiani parece óbvia. Mas nem todo mundo que decide ter um cão leva esse pré-requisito a sério. Não é por acaso que labrador e golden retriever são dois dos cães de porte médio e grande que mais se encontram em apartamentos. “Ambos são excelentes cães de companhia, mas são cães de caça, que requerem atividades frequentes”, diz Luciana, que é diretora da clínica veterinária Parada dos Bichos, no Campo Belo. Mesmo raças esportivas podem ser criadas em apartamento, desde que seja mantido o compromisso de exercitá- los diariamente, até na chuva. “Isso evita que se tornem sedentários e infelizes.” Seja qual for a raça, todo cão que vive em apartamento tende a sofrer de ansiedade e estresse. Por isso é fundamental saber se você terá na agenda tempo para caminhar e brincar em parques ou praças, onde o cachorro tenha contato com a natureza. Terra, água e grama, assim como o convívio com outros cães, ajudam a deixá-lo mais social. “Além dos passeios, a escovação e os cuidados preventivos com a saúde são essenciais para o bem-estar do cão.”


7 DICAS

 Um cão pode se adaptar muito bem a qualquer espaço, desde que tenha condições para o seu bem-estar. Para isso, é preciso seguir regras básicas para cuidar do seu pet em um apartamento.  “Antes de escolher um cachorro é preciso saber se você tem condições para criá-lo”, diz o médico veterinário Mario Marcondes, diretor do Hospital Veterinário Sena Madureira. Portanto, antes de avaliar se o seu apartamento é adequado para receber o novo integrante, descubra se você ou sua família servem para cuidar dele.
 Cães, mesmo os bem pequenos, não podem ser felizes se viverem confinados em áreas de serviço ou varandas. Se você mora em um apartamento grande, não pense que o espaço basta. “A maioria das raças grandes serve para a caça, guarda ou trabalho. Se ele não estiver ocupado a maior parte do tempo, prepare-se: a destruição do seu apartamento pode ser iminente.”


 1. A melhor escolha são raças pequenas ou médias. As mais adaptadas são: poodle, yorkshire, maltês, fox terrier, schnauzer, pinscher, dachshund etc.

 2. Mesmo que seu cão tenha livre acesso ao apartamento, ele precisa passear e se exercitar. Leve-o para a rua de duas a três vezes ao dia, por 30 minutos, no mínimo. Exercícios fazem bem à saúde e com certeza ele ficará mais tranquilo.

 3. Ofereça a ele brinquedos ou osso de couro para roer. Isso evita o “tédio” e problemas de comportamento, além de diminuir a chance de ele roer os móveis da casa ou desenvolver dermatites psicogênicas, como lamber as patas incessantemente por falta do que fazer.

 4. Ter companhia não significa deixar o cão aos cuidados de uma pessoa que nem sequer olha para ele. O cachorro quer atenção e gosta de brincar. Tire um tempo para brincar com seu cão diariamente.

 5. Não deixe o cachorro sozinho o dia todo. Ele pode e deve ficar algumas horas sozinho, desde filhote, para se acostumar com a ausência do dono e para não se tornar um cão dependente. Mas ele não deve ficar isolado o dia todo.

 6. Se houver um parque ou praça perto de sua casa, leve seu cão para passear. O contato com plantas e outros cães fará bem ao seu animal. Você não tem amigos? Seu cão também gosta de fazer amizades!

 7. Não esqueça dos vizinhos! Eles não têm a obrigação de ouvir seu cão latir o tempo todo. Há muitas maneiras de corrigir o cachorro que late compulsivamente. Em muitos casos, eles estão infelizes porque seus donos não seguem as regras anteriores.

Leia mais aqui.



domingo, 23 de setembro de 2012

Que soninho gostoso!!!


Bom domingo a todos!
Lambeijocas do Bidu e da Mel!




segunda-feira, 17 de setembro de 2012

RG Canino



Amei as carteiras de identidade do Bidu e da Mel. No verso, os outros dados do cão e do seu "dono". Depois de plastificadas ficaram mais lindas ainda.

Faça a do seu mascote também aqui:

Visite a página no Facebook:

Preço: R$9,90 cada

Bobices da "mamãe" coruja! kkkk



terça-feira, 11 de setembro de 2012

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Cães do Mundo

Clique na imagem para ampliar!
Lambeijos do...



quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Bares e restaurantes que recebem seu mascote também


Está comprovado que ter um animal de estimação faz muito bem para a saúde. Se você está pensando em adotar um ou mesmo já tem o seu ou seus mascotes, saiba que ele também pode te acompanhar a vários restaurantes e bares na Capital, Porto Alegre. São os locais pet friendly, amiguinhos dos bichos. Confira abaixo uma lista com oito destes estabelecimentos nos quais seu companheiro pet será bem vindo.

Café Cantante

O local é inspirado nos cafés europeus dos anos 1920 e mescla gastronomia a um ambiente de convivência que reúne músicos, artistas e demais pessoas relacionadas ou apreciadores de arte. Os frequentadores podem ir acompanhados de seus pets, que serão muito bem vindos, porém, há não têm nenhum tipo de serviço para os bichinhos.

Café da Oca

No Café da Oca você dispõe de acesso à rede wifi, instalações para exposições de arte que ocorrem no local, além, é claro, de uma carta de cafés, pratos à la carte e lanches. Na área externa é possível ficar na companhia de seu amigo bicho, desde que ele seja de pequeno porte.

Barbarella

Na Barbarella Bakery seu pet é recebido com um potinho com água e ainda tem direito a provar alguns pedacinhos dos pães feitos na casa. A Barbarella é uma padaria estilo francesa com um espaço para consumo no local. A decoração da padaria é toda inspirada no filme clássico Barbarella, de 1968.

Lola - Bar de Tapas

O Lola é uma das novidades na cidade e já ganhou o afeto dos porto-alegrenses. O bar, inspirado na Espanha e nos petiscos espanhóis, também é amiguinho dos bichos. Na área externa, os clientes podem ficar com seus mascotes e tem até um mural com fotos dos pets frequentadores com seus donos.

Empório Mercatto

Dos mesmos donos do já tradicional Mercatto D’Arte, o Empório tem características de empório bistrô e funciona o dia inteiro. Dá pra tomar café da manhã, almoçar, fazer um lanchinho à tarde e ainda jantar, tudo acompanhado de seu pet, que pode ficar à vontade na área externa do local.

Café & Prosa

Como um refúgio em meio ao caos da cidade, o Café & Prosa fica junta à Floricultura Winge, no bairro Tristeza, zona sul de Porto Alegre. Com um grande espaço ao ar livre, o local permite que você circule pela área externa com seus pets. Certamente você e eles irão adorar o clima do local, a decoração simples e caseira, com cara de sítio da vó. Além do mais, o Café & Prosa possui um cardápio supervariado e conta até com opções de lanches sem lactose e sem glúten.

Duo Pet Bistrô

No Duo Pet Bistrô, seu mascote não só é bem vindo como tem um espaço exclusivo para ele, com recreação e tudo. Enquanto os donos aproveitam o cardápio, que inclui almoço, café da tarde, happy hour e jantar, os pet ficam ao cuidados de uma equipe que dará toda a atenção que eles precisam. Entre as delícias estão tapiocas, risotos, escondidinhos, massas e quiches.

Café Bertoldo

O Café Bertoldo fica localizado dentro da Casa de Teatro de Porto Alegre e se propõe a ser um espaço de convivência e integração entre alunos dos cursos de teatro, professores, artistas e a comunidade em geral. Além disso, todos podem ir ao local na companhia dos seus pets, que também serão bem vindos ao convívio.

Daqui.



quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Cão brinca na praia

Que fotos e vídeos de gatinhos são sucesso na internet, todos sabem. Nos últimos dias, um cachorro e o caranguejo roubaram a atenção. Eles interagem na praia como se fossem amigos brincando. Enquanto o pequeno dachshund parece intrigado com o bichinho, o outro corre de um lado para o outro, até enfim escapar no mar e deixar o cãozinho perplexo com o sumiço. Para começar o dia de bom humor, vale conferir:





quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Related Posts with Thumbnails

Conheça os blogs da mamãe!

Conheça o blog divulgador dos blogs da mamãe!